Blog

Tecnologia como destino

Renata Frade | 19 de Março de 2021 às 08:49

Meu nome é Renata Frade. É difícil falar sobre minha relação com a tecnologia porque é como falar muito sobre quem eu era, sou e estou me tornando. Quando era criança, pedia a meu pai exemplares da Superinteressante e lá para os 8, 9 anos bombardeava a professora de Ciências com perguntas sobre supercondutores, informática, e inovação. Meu sonho era ser cientista e tenho orgulho de que se tornou realidade.

Enquanto realizava minha graduação em Jornalismo na PUC-Rio, fui uma das primeiras pessoas no Brasil a se comunicar pela internet, em 1995. Logo que ingressei na universidade fiz questão de me matricular em todos os cursos computacionais oferecidos pelo Rio Datacentro (RDC), um dos laboratórios de informática mais importantes do Brasil. Lá, realizei curso de Internet antes de saber manusear um computador, ou saber usar o Pacote Office. Perto de finalizar a faculdade, ainda realizei um curso de HTML, onde eu era uma das poucas mulheres presentes em sala de aula. Em meu primeiro estágio, na Sanofi, pude desenhar o projeto de site da empresa, que até então inexistia.

Ao longo da minha carreira acompanhei de perto e vivenciei a mudança tecnológica. Primeiro como repórter, tendo que aprender depressa processos digitais de produção de informação. Depois, trabalhando com comunicação corporativa e em agências de comunicação, sempre entendi a tecnologia como irmã da comunicação e buscava oferecer novas mídias e formas de conexão antes de surgirem as mídias sociais. Quando elas vieram, foram incorporadas não só em meu trabalho como em estudo. Sou pesquisadora, consultora e professora de transmedia desde 2008, realizei especialização sobre este campo científico no MIT. Pouco tempo depois tive a chance de estudar Novas Mídias em Stanford, conhecimentos que associam o desenvolvimento tecnológico ao estudo do comportamento de consumo, de entretenimento, educação, etc.

Desde criança também participei de trabalhos sociais e voluntários, estimulada pela minha família. Em 2010, eu e meu sócio abrimos uma empresa chamada Punch!, a qual realizou alguns projetos disruptivos de tecnologia, como o primeiro aplicativo do livro de Ziraldo em iPad no Brasil, com game que criamos, trilha sonora, gravador de voz, autógrafo digital, lançado em 2011. Fomos alguns dos primeiros evangelizadores e desenvolvedores de livros digitais e desenvolvemos também outras soluções tecnológicas de entretenimento e educação.

Em 2015, participei de um meetup do Girls in Tech Brazil. Gostei tanto que acabei me tornando Board Advisory Member por 3 anos. Pude trabalhar no desenvolvimento de eventos, projetos e campanhas, como também palestrar e escrever artigos para o blog da ONG. Sou membro da comunidade AnitaB.org e atualmente ColuNinja Tech do Mídia Ninja.

Em função da minha experiência académica e profissional, tenho sido convidada há quase 10 anos para palestrar sobre tecnologia, novas mídias, empreendedorismo, mulheres em tecnologia. Fui keynote speaker de simpósio internacional do Gartner, em 2017, além de ter mediado no mesmo evento mesa sobre mulheres em tecnologia para algumas das principais CTOs e CIOs do país. Tenho orgulho de ter sido convidada para palestrar e participar em eventos e instituições como She´s Tech, ThoughtWorks, Universidade Anhembi Morumbi, por exemplo.

Desde 2018 desenvolvo uma tese de doutorado de caráter inédito e inovador sobre mulheres em tecnologia brasileiras e portuguesas. Pretendo contribuir com soluções para a maior inclusão, empoderamento e educação feminina em TI. É uma alegria compartilhar com todes vocês este depoimento, pois minha pesquisa é como um presente para vocês! Vamos manter contato! Para acompanhar meu trabalho:


Artigos no Mídia Ninja, Digitalks, Medium, social media: https://linktr.ee/RenataFrade


Renata Frade é pesquisadora, consultora e professora de transmedia desde 2008 (com especialização no M.I.T). Realizou especialização em New Media na Stanford Graduate School of Business. Palestrante, professora e produtora de conteúdos sobre ativismo feminino em tecnologia desde 2015 (keynote speaker em simpósio internacional da Gartner, She´s Tech, Girls in Tech Brasil, ThoughtWorks, professora da Universidade Anhembi Morumbi etc). Estudante de storytelling e empreendedorismo no Nasdaq Entrepreneurial Center (San Francisco). Empreendedora de TI (aplicações de livro para crianças de Ziraldo e game para Canal Viva , livros digitais, em destaque) por 10 anos. Analista etnógrafa digital se especializando em UX desde 2019. Produtora de conteúdo e campanhas multi plataformas (Web Summit 2018, 2019, 2020 para Mobile Time, Sanofi, Actelion, Fresenius etc.).

Voltar